Pesquisar Neste blog

31 dezembro 2014

Mensagem aos "Fracassados"





O ano está terminando. Em seus últimos suspiros, pensei em deixar uma mensagem para você. Sim, para você que, talvez, não tenha tido um ano extraordinário, cheio de conquistas, alegrias e realizações. 


Esta mensagem é para você que ficou desempregado, que mesmo tendo batalhado atrás de uma oportunidade, não conseguiu coisa alguma. Currículos enviados, entrevistas realizadas, mas, até agora, nada. Não tem coisa pior do que terminar o ano sem uma vaga no mercado, mas esse foi o seu ano, um ano fracassado.

Pensei também em dizer algo para você, que está solitário. Sim, muitos amigos e amigas seus acharam, enfim, alguém para partilhar a vida. Mas você, como já vem acontecendo, está sem ninguém. E é preciso dar aquelas velhas desculpas, disfarçar em festividades, se arrumar sem ter quem lhe elogie, rolar na cama de noite, sentindo apenas o volume do edredom. Solidão é coisa doída, mas, enfim, esse foi o seu ano, um ano fracassado.

Resolvi ainda escrever para aqueles que falharam na tentativa de vencer velhos hábitos, que sucumbiram diante de metas não alcançadas, de planos que se mostraram impossíveis. Sei que há muitos que se sentem vencidos pela falta de disciplina, pela falta de foco ou de vontade. É que a rotina come a gente por dentro e até aquilo que antes nos dava prazer, hoje é um suplício. Mas, sem dúvida alguma, esse foi mesmo o seu ano, um ano fracassado.

Lembrei, também, de tratar das questões dos enfermos. Muitas pessoas descobriram algo errado em seu corpo, foram vitimados por uma notícia apavorante, depararam-se com a finitude da matéria e os dias, agora, são estações de agonia. Você, quem sabe, perdeu o apetite, a alegria e a coragem. E é fato que a luta parece mesmo inglória, pois há doenças que podem ser tratadas com terapias ou medicamentos, mas, no seu caso, o mal veio para ficar, será companheiro do resto dos dias. É triste, mas é real, e esse foi o seu ano, um ano fracassado.

Estou certo que 2014 foi um ano de frustrações para muitos. Teve a casa própria, que não saiu do papel, a viagem, que foi cancelada, a promoção, que ficou na gaveta do chefe, o casamento, que mais uma vez foi adiado. Tantas questões nos fazem pensar que o ano foi mesmo uma merda. Bom foi o ano do fulano, da minha prima, do meu amigo, do meu cunhado, do meu irmão. O ano do outro é sempre melhor que o nosso. E como se sabe, esse foi um ano difícil, um ano fracassado.

Então, para você, “fracassado”, que não casou, que enfermou, que quebrou, que se deprimiu, que se separou, que se endividou, que chorou, que atolou, um feliz 2015! Decerto, acredito que você tem muito o que celebrar...

Você pode celebrar o fato de que, amanhã, o sol vai nascer para todos e a chuva cairá sobre os bons e os maus. Você pode celebrar o recomeço de uma nova jornada, pois o ano terá 365 dias para todos, inclusive, para você, e mesmo o calendário mudando, quem tem mesmo que mudar somos nós!

Eu lhe desejo um feliz 2015 pelo fato de você estar vivo, pois muitos não verão a chegada do novo ano. Celebro, então, a sua vida, seja você jovem, com muito o que aprender, ou velho, que já sofreu e poderá usar a experiência adquirida para fazer as coisas de uma forma melhor.

Eu lhe desejo um ano auspicioso, pois esse poderá ser, justamente, o ano da compra da casa, da viagem, do grande amor, da cura, da promoção, da alegria, das realizações que você tanto espera e, portanto, é bom preparar-se para elas. Por favor, não vá deixar que as oportunidades passem por causa de seu pessimismo, de sua melancolia recalcitrante, de seu mau humor costumeiro.

Assim, apronte-se, pois o ano está chegando com “ares de festas e luas de pratas”! Deus não mudou de endereço, Ele continua assentado no Seu Trono e todas as coisas estão sob Seu controle. No mais, tudo coopera para o bem daqueles que lhe amam e, ao contrário do que você pensa, a vida está é conspirando a seu favor. O que não deu certo, falhou porque não era para acontecer para você.

Portanto, um maravilhoso 2015 aos “fracassados”, a você que, exatamente como todos os outros, teve alegrias e tristezas, conquistas e derrotas, mas que, talvez, diferente de muitos, acha que foi um alvo do destino, perseguido de Deus, que o mundo conspira contra você!

Ora, por favor, deixe de tanta lenga-lenga, pegue o que você tem, faça um cabelo diferente, use uma roupa reciclada mesmo, junte-se com outros “fracassados” e agradeça por tudo o que a vida lhe trouxe, seja reverente com aquilo que a vida levou e prepare-se para as enormes surpresas que a vida ainda lhe trará. Feliz 2015!


Carlos  Moreira


0 comentários:

Mais Lidos

Barra de Vídeos

Loading...

Músicas

O Que Estamos Cantando

Liberdade de Expressão

Este Site Opera Desde Junho de 2010

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Visualizações de Páginas

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More