Pesquisar Neste blog

Jesus dizia a todos: "Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me. Lucas 9:23.

29 setembro 2015

Temos Segundas Chances

No mundo competitivo que nós vivemos dificilmente as pessoas conseguem uma “segunda chance”. Na sociedade capitalista, não há margem para erros pois, para se tornar um “campeão”, é preciso superar obstáculos sem cair, avançar a qualquer custo até que você chegue ao topo da pirâmide. Sim, isso esmaga as pessoas! Quantos tenho encontrado caídos no asfalto dos dias porque, simplesmente, não conseguiram bater as metas que lhes estavam propostas. Gente fraturada de alma e decaída de espírito, amargurada pelo fato de não ter conseguido o emprego dos sonhos, a casa dos sonhos, o marido dos sonhos, a viagem dos sonhos... Bem afirmou o humorista Millôr Fernandes, “Há duas coisas que ninguém perdoa: nossas vitórias e nossos fracassos”. Quem caiu do pináculo da glória, quem imagina ter tido uma perda irreparável tem a sensação de que a vida terminou, que existir se tornará apenas, um seguir de um rastro que leva a existência sempre ao mesmo ponto, numa mesmice insuportável. Assista a essa mensagem e comprove que Deus está sempre nos dando "segundas chances"


.

Mais Lidos

Barra de Vídeos

Loading...

Músicas

O Que Estamos Cantando

Liberdade de Expressão

Este Site Opera Desde Junho de 2010

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Visualizações de Páginas

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More