Pesquisar Neste blog

Jesus dizia a todos: "Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me. Lucas 9:23.

20 fevereiro 2012

Cristianismo em Branco e Preto

Assista esta contundente mensagem que vai mexer com suas convicções e questionar suas práticas! Ele é, sem dúvida, um chamado para avaliarmos o que estamos vivendo nestes, que são, os últimos dias. Clique no menu acima "Mens. em Vïdeo". 

"Deus está morto e o seu túmulo é a Igreja". Nietzsche. A frase do filósofo que viveu no século XIX é forte, chama-nos a reflexão e desafia os cristãos quanto a natureza de sua espiritualidade. 


A Igreja Cristã está vivendo sua era mais difícil. Em todos os continentes vemos sinais de falência e desgaste da instituição. Práticas lesivas, doutrinas distorcidas, dogmas, liturgias ocas, escândalos, ritos dessignificados, a religião, como afirmou Marx, tornou-se verdadeiramente o ópio do povo. O que fazer frente a esta realidade? Como anda sua vida com Deus? Qual a natureza de sua fé? Será que Igrejas morrem? Será que a cristandade vai sobreviver ao século 
XXI?
Carlos Moreira


Mais Lidos

Barra de Vídeos

Loading...

Músicas

O Que Estamos Cantando

Liberdade de Expressão

Este Site Opera Desde Junho de 2010

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Visualizações de Páginas

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More