Pesquisar Neste blog

Carregando...
Jesus dizia a todos: "Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me. Lucas 9:23.

16 agosto 2016

Cada Casa uma Igreja, Cada Discípulo um Pastor



O mundo hoje discute sobre sustentabilidade, a capacidade de empreendimentos se tornarem viáveis no longo prazo, sem, sobretudo, ferir o meio ambiente. Quando olho para o futuro da igreja, não há outra palavra que me chame tanto a atenção quanto sustentabilidade. Sim, eu creio que o modelo da religião institucional se exauriu, não suportará mais uma geração, revolve-se em espasmos terminais. Clericalismo, liturgias ocas, dogmatizações, ajuntamentos impessoais, altos custos de manutenção de estruturas hipertrofiadas, nada disso sobreviverá aos dias vindouros. A questão central é que o mundo tem outra agenda, precisa de novas alternativas, novos modelos, Jesus é, de fato, a solução, mas a igreja não sabe mais quais são os problemas deste tempo, nem como debatê-los, nem como enfrentá-los, está perdida em devaneios. Enquanto a sociedade agoniza, em busca de escapatórias, a igreja se distrai com “batalhas espirituais”, a vida está cada vez mais insuportável, o ritmo cotidiano das pessoas é algo insano, descontrói a musculatura emocional de qualquer indivíduo e faz o ser sucumbir em meio ao mal deste século: a depressão. Vivemos num mundo impessoal, carente da experiência do encontro humano, das relações duradouras, a virtualização proporcionada pela tecnologia isola as pessoas e as torna refém de uma tela de computador, tudo ficou frio e distante. É nesse ambiente inóspito que a igreja está sendo desafiada a sobreviver, mantendo o Evangelho como a única mensagem capaz de ressignificar a existência, mas encontrando novas alternativas sócio-religiosas para ser relevante às pessoas. Mudar é preciso, e ter coragem para fazê-lo é imprescindível! Assista a mensagem e assuma sua posição!


 

10 agosto 2016

Empreiteiros da Esperança: o Reino do Bem Chegou!



Quem mora no nordeste do Brasil e já foi ao sertão sabe o quanto a falta de água irrigada é capaz de produzir aridez na terra e, por conseguinte, a morte do que em volta se encontre. A dor do sertanejo é justamente esta, ver tudo aquilo que ama definhando, lentamente, e não ter expectativa que algo possa mudar tal situação. Assim também está a sociedade humana, seca, esvaziada de valores e significados para o existir, agoniza sob o sol escaldante dos dramas e das dores da vida. Neste interim, pessoas vão e vem, o cotidiano segue seu destino inexorável, os dias passam depressa, nada parece poder alterar a mesmice que provoca angústia e solidão. Eu creio firmemente que nós fomos chamados para ser como torrentes que invadem a terra seca, a chuva que desce sobre o chão rachado do coração dos homens trazendo alegria e esperança, conforme declarou o profeta Joel. Sim, o discípulo de Jesus é aquele indivíduo capaz de mudar realidades, alterar ambientes, reverter circunstâncias inamovíveis, solidarizar-se com os excluídos, abrir as cadeias para os aleijados de espírito e fraturados de alma. Quando o Reino do Bem chega, vem com ele a paz, a justiça e o amor de Deus, todos ingredientes que são capazes de ressignificar o coração e restaurar a consciência humana. Assista esta mensagem e torne-se um canal do poder e da graça de Deus entre os homens!Assista a esta mensagem e torne-se um canal do poder e da graça de Deus!


 

02 agosto 2016

Gente Muda Mundo




Jesus nos ensinou que o Reino de Deus é uma semente que cresce do lado de dentro, mas produz frutos que se desdobram para a vida. Gente que abraçou o Reino é gente propositiva, inconformada com o status quo, inovadora, revolucionária! Sim, pessoas que carregam a consciência do Evangelho são apaixonadas pelo que fazem, revelam-se sensíveis, são comprometidas e profundamente solidárias, não se adequam ao establishment, não se satisfazem sendo espectadoras dos dramas que se apresentam na tela dos dias, nas cinzas das horas. Num tempo onde a igreja se preocupa apenas com questões espirituais, evitando o contato com a realidade dramática dos excluídos, gente invisível ao poder público e a sociedade, mas que agoniza a céu aberto com a alma em carne viva, começam a surgir pessoas anônimas, vindas de todos os lados, interessadas em construir uma nova proposta de igreja, um tipo de organização alternativa, sem fronteiras, sustentável, capaz de colaborar com as instituições na promoção da justiça e do bem comum. Eu sonho com esta igreja todos os dias, pois sei que é possível sermos promotores da grande revolução, aquela boa notícia que estabelece que o Reino do Bem chegou entre nós! Assista esta mensagem e compartilhe com seus amigos!


 

26 julho 2016

Assassinaram o Deus por Quem Eu Deveria me Apaixonar




Não há uma semana sequer que eu não encontre, ou seja procurado, por dezenas de pessoas que foram esmagadas por uma proposta de espiritualidade que tornou árido o chão do coração. Sim, sinto uma compaixão aguda pelos que tiveram sua fé arrasada por ensinos perversos, práticas bizarras, mandingas e salamaleques da religião, gente que foi apresentada a um deus que nada tem a ver com aquele que encarna em Jesus e anda entre os humanos caídos. O dano provocado na alma é sem precedentes, os estragos são muitos, passam pela apatia espiritual, por distúrbios comportamentais que levam ao isolamento, pela perda da esperança, da alegria, por um nível de confusão mental que acaba, por vezes, a levar o indivíduo a não acreditar mais em nada, é a apostasia compulsória induzida. O que fazer nestes casos? Será que existe uma chance de ressignificar estas pessoas para a verdadeira fé, será possível que suas mentes, cauterizadas pelo engano, ainda possam ser libertas pelo poder da Verdadeira Palavra, que cura a cegueira dos olhos e nos faz ver novamente o bom e o belo da vida? Esse é um fenômeno deste tempo, a morte de Deus nas pessoas. Impossível não lembrar de Nietzsche afirmando que nós matamos Deus e o sepultamos dentro das nossas igrejas! Você está assim? Precisa reascender a chama do Espírito que está apagando em você? Então assista esta mensagem e permita que o Espírito Santo fale com você!


 

Mais Lidos

Barra de Vídeos

Loading...

Músicas

O Que Estamos Cantando

Liberdade de Expressão

Este Site Opera Desde Junho de 2010

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Visualizações de Páginas

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More