Pesquisar Neste blog

Jesus dizia a todos: "Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me. Lucas 9:23.

13 fevereiro 2012

Decepcionado com Deus

Assista em "Mens. em Vídeo" no menu acima a mensagem "Decepcionado com Deus". Veja aqui a sinopse:

“Tu me enganastes Senhor; eu fui enganado…”. Essa é a fala de Jeremias, no capítulo 20, se queixando de que Deus o havia iludido. O grande profeta de Israel, aquele que havia sido levantado para confrontar Reis, estava experimentando o “abandonado”.

Você já se sentiu assim? Já teve a sensação de que tudo o que você faz é inútil? Já experimentou na existência a desilusão, o fracasso, a perda e a dor? Nessa mensagem intitulada: “Decepcionado com Deus”, vamos analisar esta situação mais do que comum 
na vida de muitos, sobretudo daqueles que vivem a existência real, e não a encarnação de um personagem.

Vamos descobrir quais os motivos que nos levam a, por vezes, nos sentir esquecidos por Deus. Se puder, compartilhe também com alguém que esteja precisando!
 

Carlos Moreira

Mais Lidos

Barra de Vídeos

Loading...

Músicas

O Que Estamos Cantando

Liberdade de Expressão

Este Site Opera Desde Junho de 2010

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Visualizações de Páginas

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More