Pesquisar Neste blog

Jesus dizia a todos: "Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome diariamente a sua cruz e siga-me. Lucas 9:23.

01 junho 2015

Casas Mal Assombradas



Existe uma quantidade incontável de pessoas molestadas dentro de suas próprias casas. E aqui não me refiro à violência sexual, mas ao estupro emocional dos indivíduos, com desdobramentos dramáticos nas dimensões da espiritualidade. Cada vez mais, pais estão possuídos pelos filhos e filhos possuídos pelos pais, são psiquismos simbiotizados produzindo o que há de pior na alma humana. Vemos famílias inteiras doentes, casas que se tornaram usinas de neuroses e medos, culturas parentais modelando a cultura individual, heranças comportamentais sobrepostas, como camadas arqueológicas, revelando toda a anatomia da tragédia anunciada, o mal sendo tecido, pacientemente, dentro da casa das pessoas. Você discerne isso? Tem acontecido algo semelhante com você ou em sua família? O que fazer para, nem cairmos no simplismo terapêutico, nem sucumbirmos a “pirotecnias” supostamente espiritualizadas? A proposta de Jesus é que a existência seja sustentável, repleta de saúde em todas as dimensões do ser, mas, para tal, precisamos permitir que a Luz irrompa nossas trevas interiores, com vistas a discernirmos o mal e expulsarmos das nossas almas aquilo que não nos pertence. Assista a esta mensagem e discirna como a sua família está.


Mais Lidos

Barra de Vídeos

Loading...

Músicas

O Que Estamos Cantando

Liberdade de Expressão

Este Site Opera Desde Junho de 2010

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

Visualizações de Páginas

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More